Diet Coke reinventa logo e lança novos sabores

Diet Coke reinventa logo e lança novos sabores

By January 13, 2018 Uncategorized

Marca cria novas latas e busca ampliar público para gerações mais novas com o mote “Because I can”

A Coca-Cola anunciou uma reviravolta na estratégia de marketing de Diet Coke nos Estados Unidos. O objetivo da mudança seria mirar mais ativamente os millennials. Entre as novidades, a empresa criou um logo renovado e quatro sabores diferentes para a bebida.

A repaginada faz parte de uma campanha de marketing agressiva criada pela Anomaly com o mote “Because I can” (“Porque eu posso”, em tradução livre), fazendo uma brincadeira com a palavra “can”, que também significa lata, em inglês. O objetivo é dar um novo apelo a à bebida e conquistar um público além de mulheres da geração baby boomers, que formam boa parte dos consumidores do refrigerante.

Anúncios divulgando as mudanças serão veiculados no fim de janeiro, na televisão estadunidense, com celebridades e influenciadores, femininos e masculinos. Com isso, a empresa se distancia das grandes celebridades, como Taylor Swift, que participou de campanhas da marca no passado. Agora, a Diet Coke usará os likes de Karan Soni, uma atriz com origem indiana conhecida por seu papel no filme Deadpool.

A nova estratégia da marca será mais autêntica e mais neutra quanto ao gênero do público-alvo, segundo Rafael Acevedo, o diretor da Coca-Cola na América do Norte para Diet Coke.

Continuando com o aspartame

A companhia decidiu não fazer uma grande mudança na fórmula da bebida, além de adicionar quatro novos sabores, que incluem cereja, laranja, limão com gengibre e manga.

Isso significa que a Coca-Cola manterá o aspartame. O adoçante mal falado é constantemente atacado por ativistas que relacionam o consumo do produto com problemas de saúde. Apesar disso, a evidência no assunto é inconclusiva. A Sociedade Oncológica Americana afirma que “para a maioria das pessoas, nenhum problema foi relacionado ao uso do aspartame”. A Pepsi Diet, uma das principais concorrentes, tirou o aspartame da receita em 2015. Em seguida, recebeu uma série de críticas por parte dos consumidores e viu uma queda no volume de vendas. A marca respondeu vendendo versões do refrigerante com e sem aspartame.

Para os novos sabores da Coca-Cola Diet, a empresa adicionou outro adoçante artificial, chamado de Ace-K, para complementar o aspartame. Já para o principal produto, a Diet Coke original, o anunciante decidiu não correr o risco de uma resposta negativa do público, como aconteceu com a Pepsi.

Contudo, a quantidade de seguidores aficionados pela bebida tem caído conforme os consumidores que se preocupam com o consumo de bebidas com alta caloria migram para opções como água com gás e energéticos zero. As vendas de Diet Coke, em dólares, caíram 3,7% no acumulado de 12 meses, com o fim em 2 de dezembro de 2017, segundo um estudo realizado pela Nielsen. Mas a marca continua a dominar o mercado de refrigerantes diet, com 26,3% de participação em valor. Cerca de 20 mil unidades de Diet Coke são consumidas por minuto nos Estados Unidos, segundo a marca. A Pepsi Diet, que perdeu 8% em vendas no mesmo período, tem 13,4% do mercado.

O trabalho de reformulação da Diet Coke levou dois anos. A marca realizou estudos com mais de 10 mil pessoas nos Estados Unidos e testou mais de 30 combinações de sabores. Segundo apurações do AdAge, o processo buscou variedades que combinassem com o gosto de consumidores mais jovens.

O novo logo conta com uma faixa vertical que foi feita para representar movimento. A característica será usada em toda a comunicação do produto, online e off-line. O time interno da Coca-Cola desenhou o logo com ajuda da agência Kenyon Weston.

A companhia investiu US$ 46,5 milhões em mídia para Diet Coke em 2016, segundo o relatório da Kantar Media. O montante foi um pouco menor do que o desembolsado em 2015, quando investiram cerca de US$ 47,1 milhões.

About Studios MH

Leave a Reply